Projeto de lei que isenta professores de pagar IR gera críticas na internet

Projeto de lei que isenta professores de pagar IR gera críticas na internet

Uma publicação do Senado Federal em suas páginas no Facebook e no Twitter, nesta terça-feira (10), tem atraído a atenção de muitos internautas e recebido críticas de alguns deles. A postagem pergunta a opinião do público sobre um projeto de lei que isenta professores de pagarem Imposto de Renda.

Por volta das 15h40 desta terça-feira, já havia mais de 9.000 compartilhamentos no Facebook, 20 mil reações e mais de 2.600 comentários.

O post do Senado traz a seguinte pergunta: “Professores devem ser isentos de Imposto de Renda?” e mostra um link (http://zip.net/bntB6B – endereço encurtado e seguro) para que os internautas votem a favor ou contra o projeto de lei nº 445, de 2012, de autoria do senador Sérgio Petecão (PSD-AC).

Críticas na web, mas votação favorável

Nos comentários, muitas pessoas se manifestaram contra o projeto de lei. “Nenhuma categoria deve ser isenta! Devemos deixar a tributação mais justa e enxuta”, escreveu um internauta no Facebook.

“Sou professor e sou contra esses privilégios a qualquer classe. Nós estamos é lutando contra todos os privilégios (do judiciário e legislativo, por exemplo). Direitos e obrigações iguais para todos. Agora aumentar o piso seria uma boa. Os professores (principalmente ou exclusivamente da educação básica) são mal remunerados”, escreveu outro internauta.

Apesar das críticas nas redes sociais, a enquete do Senado mostra que a maioria dos que votaram é favorável à isenção de IR para professores. Na tarde desta terça, havia quase 72 mil votos à favor do projeto e apenas 1.233 contra.

bol

10/01/2017

(Visited 4 times, 1 visits today)